O futebol e a idolatria

Qual o menino, nascido neste país, que nunca sonhou em jogar na seleção brasileira de futebol? Conhece algum menino que não aprecie futebol? É raro, mas existe. Resumo: o futebol é paixão nacional.

Que mal há em ir ao estádio de futebol e levar a família para assistir uma bela apresentação de seu time favorito? Que mal há em reunir os amigos no final de semana e marcar uma “pelada”? Que mal há em admirar o talento de jogadores diferenciados? Não há mal algum e nem há pecado nisso.

O esporte é algo salutar e deveria ser encorajado em nossos púlpitos, para que os nossos jovens e adultos fugissem da obesidade e do sedentarismo. O apóstolo Paulo nos comparou a atletas que correm em busca da vitória e nos encorajou ao dizer: Correi de tal forma que o alcanceis. Esporte é saúde, meu irmão.

Mas há algo que devemos considerar para não tropeçarmos e assim transformarmos bênção em maldição. Cristo nos libertou do jugo, da escravidão, dos vícios do pecado e sabemos que quem está em Cristo, nova criatura é. Sabemos que não vivemos mais sob o domínio do pecado e por isso ele não pode nos dominar. Está difícil de entender? Eu explico.

Tudo que vicia é pecado. Não posso deixar os vícios controlarem novamente a minha vida e por isso tenho que ser sábio e prudente. A bíblia diz: Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça e as demais coisas serão acrescentadas. É justamente neste ponto que vemos se já somos idólatras ou somos livres. Vem aí o “brasileirão 2007”, muitos clássicos rolarão a partir das 18:00hs e irão até as 19:45hs aproximadamente. No domingo, na sua igreja, o culto começa as 18:00/19:00, sendo que neste horário estará passando um jogão. Um jogo daqueles de parar a cidade, o Estado e até o país. E então o que você faz, chegará na igreja pontualmente ou chegará após o jogo? Se você optar por honrar ao Senhor e abrir mão do jogo, então o jogo não tem controle sobre a sua vida. Mas se preferir o jogo a ir à igreja, isso mostrará na prática que você ama mais o jogo do que a Deus e automaticamente estarás colocando Deus em segundo lugar na sua vida. Só que Deus não aceita o segundo lugar na vida de ninguém.

Está escrito: “aos que me honram, honrarei; porem aos que me desprezam, serão desprezados”. Ao ter aberto mão de chegar à igreja no horário certo, você automaticamente cometeu o pecado de idolatria e o que é o pecado de idolatria se não amar qualquer outra coisa mais do que a Deus? Os idólatras não entrarão no reino dos céus.

Está escrito: “Não ameis o mundo e nem as coisas que no mundo há; porque se alguém ama o mundo o amor do Pai não está nele”. Entende isso?

Quantos idólatras enganando a si mesmo, dentro da casa do Senhor, perdendo o seu tempo e nada mais. Não adianta pedir perdão a Deus se vives na prática do pecado. As ações contam para Deus muito mais do que as palavras. Nunca leste que a fé sem obras é morta? Em uma passagem em Isaías, está escrito: Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.

Durante as partidas de futebol, surgem muitos palavrões, muitas palavras torpes e isso não convém estar nos lábios de um crente santo. Está escrito que a boca só fala do que o coração está cheio, se você xinga palavrões o seu coração está altamente impuro, porque o xingamento não veio dos lábios, mas do coração. Da mesma fonte (boca), não pode jorrar bênção e maldição, escrito está.

Se quiser jogar futebol, jogue, mas não deixe o futebol dominar você. Não deixe o jogo te dominar, meu irmão, porque isso é vício e isso invalida o sangue de Jesus na tua vida. Por que preferir mais o mundo do que a Deus?

Durante a final da Copa de 2002, eu era professor da Escola Dominical, em minha congregação e deu para contar nos dedos a quantidade de crentes que compareceram. Se a EBD fosse cancelada, estaríamos na prática, através das obras, dizendo ao Senhor que o futebol era mais importante que o ensino das sagradas escrituras.

Jesus nos ensinou a não gastar dinheiro com aquilo que não é pão. Jogos de azar é totalmente proibido. Não combina conosco. Existem muitos crentes que jogam apostando dinheiro e depois querem que a janela do céu se abra e Deus abençoe as suas finanças. Mas como, se é o próprio irmão quem está trazendo o mal para a sua vida?

Corra, jogue vôlei, futebol, tênis e etc. Mas, não deixe o esporte dominar a sua vida e nem que ele ocupe o lugar de Deus no teu viver. Viva para Deus e siga em frente!

Se não tem forças para vencer, peça ajuda ao seu pastor, entre em uma campanha de oração e a libertação virá. O mesmo Deus que me libertou vai libertar você. Creia nisso, para a glória de Deus! Amém.