Preparando uma geração para conquistar

O livro de Números nos apresenta lições interessantes, que nos mostra claramente o agir de Deus em meio às situações.

Israel acabara de sair da escravidão do Egito e rumava em direção à terra que manava leite e mel, prometida pelo Senhor. O povo havia presenciado grandes milagres operados por Deus sobre o Egito. Israel viu a forma como Deus humilhou os deuses egípcios. As dez pragas, a abertura do mar Vermelho e a derrota de Faraó e seu exército diante de seus olhos foram marcantes. Não havia dúvidas: Deus era Senhor em toda a terra!

Mas aquela geração perdeu a fé em Deus, ao olharem para as dificuldades descritas pelos espias que retornaram de Canaã. Acreditaram mais na impossibilidade de vencerem os gigantes cananeus do que no poder já comprovado do Senhor em situações anteriores mais intensas. O povo se rebelou e quis retornar para o Egito, provocando assim a ira de Deus (Nm 14.11). Por isso o Senhor rejeitou aquela geração no deserto e os impediu de entrar na terra prometida (Nm 14.21-24).

A partir de então o Senhor começou a preparar uma nova geração para conquistar a terra de Canaã. Uma geração que não iria temer diante dos seus inimigos, mais que confiaria no Senhor para conquistar toda aquela terra.

É bom deixar claro, que o Senhor não matou aqueles murmuradores sem fé no deserto, mas os esperou morrer num prazo de quarenta anos, provando a sua misericórdia.

Uma geração de conquista tinha que estar preparada para a batalha. O Senhor precisava treinar aquele novo exército, dando-lhes experiência de combate. Por isso situações surgiram em que nações se levantaram para guerrear contra o povo de Deus no deserto, mas tudo era plano de Deus para o refinamento militar daquela geração. Aquela geração precisava de um general, um líder de conquista. E Josué provou o seu valor sendo treinado em situações de combate reais no deserto.

Aquela nova geração possuiu a terra, conquistou-a. Partiram sem medo e com muita fé em Deus em direção ao inimigo. Subjugaram os povos cananeus e tomaram posse da promessa. Viram a promessa se cumprir diante de seus olhos. Fizeram parte da história como heróis e conquistadores.

Ainda hoje o Senhor tem preparado a sua igreja para conquistar, não mais uma cidade terrena, mas uma Jerusalém celestial. Pois o reino dos céus é tomado à força. Por isso o crente passa por aflições neste mundo, experimenta a dor, a decepção e as afrontas do adversário. Mas tudo isso nos sobrevêm não para nos aniquilar, mas para nos dar experiência, para nos preparar para a conquista da maior vitória que um ser humano pode obter que é entrar nos céus pelas portas, tomando posse da promessa, andando rumo à vitória pelo novo e vivo caminho que diante de nós surgiu pelo sangue de Jesus nosso Senhor.

Irmão glorifique ao Senhor nas suas provas. O Senhor estar te treinando com inimigos fracos, para que você venha aprimorar as suas técnicas de combate para combater os gigantes que irão aparecer e irão tombar diante de ti em nome de Jesus. Não tenhas medo. O Senhor está no controle desta situação e a vitória é tua. Pequenas lutas; pequenas vitórias. Grandes lutas; Grandes vitórias. De grão em grão a galinha enche o papo e fica mais forte. Essas lutas vieram para te fortalecer e são pequenos testes para o tempo de vitória determinado por Deus para a sua vida. Creia nisso e treine com muita dedicação, pois não há chance do inimigo te vencer em nome de Jesus.

Cristãos, avante e sempre! Aquele que vencer herdará todas as coisas. Passe por cima dele como um rolo compressor e siga em frente. Siga para a vitória em nome de Jesus!